Resenhas

terça-feira, 28 de junho de 2016

[RESENHA] "A FÚRIA E A AURORA", DE RENÉE AHDIEH

Nome: A Fúria e a Aurora
Série: A Fúria e a Aurora #01
Autora: Renée Ahdieh
Editora: Globo Alt
Onde comprar: Buscapé

Livro enviado como cortesia pela editora
Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer.

Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado.

Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga.

Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.

A História


Khalid Al-Rashid é o jovem califa de Khorasan e também o mais temível e odiado homem desse poderoso reino. Todos os dias ele toma uma garota aleatória como sua esposa, para em seguida matá-la enforcada com um lenço de seda na aurora do dia, sem qualquer explicação.

Sherazade Al-Khayzuran é uma jovem de dezesseis anos que viu sua melhor amiga, Shiva, ser uma das vítimas do rei. Cansada de testemunhar tantas garotas perderem suas vidas por nada, Shazi arma um plano para dar fim a todas essas maldades, o que a leva a se voluntariar para ser a próxima esposa de Khalid.
“Viverei para ver o pôr do sol de amanhã. Não se deixe enganar. Juro que viverei para ver tantos pores de sol quanto for necessário.
E eu o matarei.
Com as minhas próprias mãos.”
No palácio Sherazade utiliza toda a sua inteligência e persuasão para conseguir sobreviver à aurora do dia seguinte ao de seu casamento. Na primeira noite ela seduz Khalid com uma história tão longa, que o final se estende além da manhã que supostamente marcaria a sua morte. No entanto, nos próximos dias o que a mantém viva é a sua bravura e ousadia, que intrigam Khalid - além dos segredos que ele sabe que ela esconde.

Cada nascer do sol é uma vitória para Shazi, que observa Khalid na esperança de descobrir um ponto fraco e o melhor momento para atacar. Em sua cabeça tudo seria muito simples e o ódio em seu coração era forte o bastante para dar a ela a coragem necessária para matá-lo com as próprias mãos, mas é claro que a realidade é outra.

Khalid não só é um guerreiro atento e habilidoso, como também não é o monstro que Sherazade esperava encontrar. Quanto mais tempo eles passam juntos, mais sua raiva se dissipa e faz crescer uma curiosidade pelo menino-rei, que não é um louco assassino, mas sim um garoto cheio de segredos que Shazi quer desvendar.
“– O que você está fazendo comigo, sua praga? – ele sussurrou.
– Se sou uma praga, então você devia se manter a distância, a não ser que planeje ser destruído. – Com a arma ainda nas mãos, ela o empurrou.
– Não. – As mãos agora na sua cintura. – Me destrua.”
O desejo de vingança se torna uma confusão de sentimentos e Sherazade luta contra a crescente paixão, tentando permanecer fiel a promessa de morte que fez a Shiva e a todos aqueles que a amam. No entanto, a verdade sobre os assassinatos cometidos sob o comando de Khalid é muito mais obscura do que ela pode imaginar e quando tudo vir à tona, Sherazade também terá um triste fardo para carregar.

Personagens


Sherazade é uma garota forte e encantadora. Seus dezesseis anos são facilmente esquecidos pelo leitor, porque a personagem é muito madura para a idade que tem. Corajosa, ousada, determinada e fiel aos amigos e familiares, Shazi não tem medo de lutar por aquilo que quer e por todos aqueles que ama.
“Na minha vida, a coisa mais importante que aprendi é que ninguém alcança a plenitude de seu potencial sem o amor dos outros.”
Khalid é um garoto cheio de segredos obscuros e atormentado por um passado perturbador. Apesar de sua posição, o menino-rei não teve uma vida fácil e isso fez com que ele se tornasse uma pessoa fechada. Apesar dos pesares, Khalid é uma boa pessoa e realmente se importa com seus súditos. O destino que ele dá para suas noivas o transformou em um monstro aos olhos do reino, mas mesmo essas ações terrivelmente tristes, para quais ele não pode dar explicações, são pelo bem de seu povo.

“A Fúria e a Aurora tem vários outros personagens, sendo que alguns se tornaram muito queridos por mim.

No palácio temos Jalal, primo do califa e capitão da guarda. Jalal é um jovem charmoso e divertido, que de algum modo vê em Sherazade a salvação para Khalid. E temos também Despina, a camareira de Shazi. Ela é uma garota muito esperta, que adora afrontar a nova rainha, de quem se torna uma boa amiga.

Das pessoas que Sherazade deixou para trás cito Tariq, o namorado de infância da protagonista e primo de Shiva. Ele é um garoto valente, que está decidido a salvar sua amada e fazer Khalid pagar por suas maldades. E também Jahandar, um homem que tem habilidades mágicas, mas que nunca soube utilizá-las. Ele sempre falhou com suas filhas, Sherazade e Irsa, mas a possibilidade perder sua primogênita o torna um homem determinado a não fracassar com seus poderes outra vez.

Minha Opinião


Eu estive ansiando por esse livro por meses, desde que foi anunciado que a Globo Alt havia adquirido os direitos de publicação, quando ainda não tinha nem data para sair no Brasil. O fato da história ser baseada no conto “Mil e Uma Noites me deixou muito curiosa para saber o que a autora faria em relação ao rei assassino e a solução que ela daria para isso. Enfim, toda essa espera valeu a pena e acabei surpreendida por um livro que superou minhas expectativas.

Com uma narrativa leve e fluida, “A Fúria e a Aurora cativa o leitor. O segredo de Khalid, junto com os sentimentos reprimidos dos protagonistas e a tensão que isso causa, faz com que o leitor devore as páginas do livro, ávido por mais dessa história fantástica criada por Renée Ahdieh.

A autora conseguiu desenvolver bem seus personagens e dar espaço para cada um aparecer, isso sem deixar de lado os problemas entre o casal protagonista. Aliás, outra coisa que eu simplesmente amei foi a evolução do romance entre Shazi e Khalid. Aconteceu naturalmente, o que não deixou aquela impressão de um par forçado. Me apaixonei por eles, que me deixavam suspirando a cada cena juntos.
“Se esforce mais, Shazi. Minha rainha não tem limitações. Ela não tem limites no que quer que faça. Mostre a eles.”
Quando ao trabalho da editora com o livro, só tenho elogios para escrever. Embora inicialmente eu tenha desejado a capa original, eu também amei a versão nacional que é simples e muito bonita, de acordo com a história dentro do livro. Quanto ao texto, a revisão está perfeita, não encontrei erros. E a fonte e o tamanho das letras também estão bons para leitura.

Terminei a última página e logo fui comentar sobre a história com a minha amiga, porque esse é o tipo de livro que você simplesmente tem que compartilhar com alguém. “A Fúria e a Aurora” já está na minha lista de favoritos e eu mal posso esperar pela sequência, para reencontrar todos esses personagens maravilhosos e me perder mais uma vez nas aventuras do povo de Khorazan.
“Afinal, toda história tem sua própria história.”

4 comentários:

  1. Natiiii!!
    Mulher estou tão louco para ler esse livro :'( mas ainda tenho que compra-lo para começo de história! Outra coisa não sei quanto a Globo Alt vai lançar o próximo, mas como é só uma duologia acho que já da pra começar a ler né?
    Eu também fiquei muito ansioso pelo livro, antes mesmo dele ter lançamento previsto aqui no Brasil, eu também preferia a capa original, mas também gostei desse, mas preferia a original, eles ao menos poderiam ter feito essa na mesma cor da original né?
    Quanto a história fiquei feliz em saber que você gostou dela, já esperava por um protagonista forte afinal encarar a morte assim e tentar se vingar tem que ter muito sangue no olho kkkkk mas minha maior curiosidade ainda é com o príncipe, quais são os segredos que ele guarda?!!
    Olha to amando a globo alt, queria ter recebi uma cortesia deles hahaha, quem sabe quando eles abrirem parceria né?

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa Alisson. Geente, você precisa ler esse livro. A história da Shazi e do Khalid é algo maravilhoso de acompanhar e quando você finalmente ler, espero que goste tanto quanto eu. Aproveita que a sequência está finalmente chegando ao Brasil. =D

      Excluir
  2. Nati, AMEI esse livro! Confesso q peguei a indicação com uma certa desconfiança ao saber do pano de fundo da história... surpreendente, delicado, envolvente...
    Obrigada pela indicação no blog...

    ResponderExcluir
  3. Outro livro que devorei foi este... Li também "A rosa e a adaga", são livros maravilhooooooooosos!! Super indico! ♥

    ResponderExcluir

ATENÇÃO

O blog Paixonites Literárias não incentiva o download ilegal de livros. Por favor, peço para que não utilizem esse espaço de comentários para solicitar ou fornecer livros e/ou sites para download. Comentários dessa espécie serão excluídos.