Resenhas

domingo, 18 de janeiro de 2015

[LANÇAMENTOS] JANEIRO | EDITORA ROCCO


Hotelles (Quarto #01) - Emma Mars

Aos 23 anos, Annabelle Lorand – conhecida como Elle – acaba de se formar em jornalismo e sonha com o cargo de apresentadora de TV. De origem humilde e sem condições de pagar pelo tratamento que pode salvar a vida de sua mãe, a jovem entra para a Belas da Noite, empresa que oferece serviço de acompanhantes para clientes classe A. A jovem se encontra com os clientes no Hôtel des Charmes, onde cada quarto é dedicado a uma famosa cortesã do passado.

É no Hôtel que ela conhece o atraente David Barlet, um magnata dos meios de comunicação. Como em um conto de fadas, os dois se sentem atraídos e passam a se encontrar todos os dias, seguindo uma rotina que mescla luxo e romance. Algumas semanas depois, a surpresa: um pedido de casamento feito por David de forma quase cinematográfica. Na sequência, a oferta do emprego dos sonhos da jovem jornalista – apresentar o novo programa cultural da emissora do futuro marido.

Mesmo feliz e perto de se tornar a Madame Barlet, Elle não consegue deixar de prestar serviço para a Belas da Noite nem ignorar os bilhetes anônimos que começa a receber, cujo autor parece acompanhar sua vida e compartilhar seus pensamentos mais íntimos. O Hôtel se torna o espaço no qual Elle vai se descobrindo como mulher, guiada pelas mensagens misteriosas que recebe.

Presa a um arriscado e sedutor jogo sexual, Elle protagoniza uma história rica em detalhes picantes, sem cair na vulgaridade. Uma história surpreendente, que prende a atenção dos leitores até o fim.


Pura Dinamite (Stephanie Plum #18) - Janet Evanovich

Antes de poder descer do voo 127 do Havaí para Newark, Stephanie já está bem encrencada. Suas férias de sonho se tornaram um pesadelo, e ela resolve voltar para Nova Jersey sozinha. Pior ainda, seu companheiro de viagem não reapareceu depois da escala em Los Angeles. Ele agora está morto, dentro de uma lata de lixo. O assassino pode ser qualquer pessoa. Um bando de bandidos e psicopatas, sem falar do FBI, está à procura de uma fotografia que pensavam estar em poder do morto.

Apenas outra pessoa tinha visto a foto: Stephanie Plum. E por isto ela é agora o alvo. Com a ajuda de um perito, Stephanie recria o personagem da foto. Infelizmente, o primeiro esboço fica parecido com Tom Cruise e o segundo com Ashton Kutcher. Até conseguir aprimorar sua capacidade de descrição, Stephanie terá de ficar muito alerta.

Na agência de fiança para a qual ela trabalha, as coisas vão de mal a pior. O ônibus que lhes serve de quartel-general temporário explode. Arqui-inimiga de uma vida toda, Joyce Barnhardt se muda para o apartamento de Stephanie. E todos querem saber o que aconteceu no Havaí.

Morelli, o policial mais gostoso de Trenton, não abre o bico, Ranger, o homem misterioso, tampouco. E tudo que Stephanie se dispõe a dizer sobre as férias é... complicado.  Personagens divertidos, um triângulo amoroso sensual e muito humor fazem de Pura dinamite mais um excelente entretenimento criado por Janet Evanovich.


Reze Pelas Mulheres Roubadas - Jennifer Clement

Contundente retrato do México atual, Reze pelas mulheres roubadas mostra a dura vida das mulheres na região de Guerrero, a mesma onde mais de 40 estudantes foram mortos em 2014. Narrativa ficcional escrita a partir de mais de 10 anos de pesquisas da autora, o livro acompanha a história da menina Ladydi, que aos 11 anos vê sua melhor amiga ser roubada para o harém de jovens escravas de um chefe do narcotráfico. É para evitar esse destino que as mulheres da região, e de outros recantos esquecidos pelos governos, deixam de frequentar a escola, cortam os cabelos ou até mesmo se mutilam, a fim de ficarem menos femininas e passarem despercebidas aos olhos da elite do tráfico. Escrito em tom de observação antropológica, sem qualquer julgamento moral sobre as atitudes dos personagens, Reze pelas mulheres roubadas foi aclamado pela crítica no México e nos Estados Unidos.


Uma Colher de Terra e Mar - Dina Nayeri

Quando a menina Saba, de 11 anos, se vê em um carro rumo ao aeroporto de Teerã sem sua inseparável irmã gêmea, Mahtab, ela entende que há algo muito errado acontecendo. O ano é 1981. O Irã sente as transformações que a revolução islâmica trouxe, refletidas nos novos comportamentos e na rigidez do cotidiano. Decidida a descobrir o que está acontecendo e a não sair do país sem a irmã, Saba foge pelo saguão lotado do aeroporto, procurando respostas. Este é o ponto de partida de Uma colher de terra e mar, romance de estreia da escritora iraniana Dina Nayeri. Dona de uma narrativa cheia de nuances, a autora costura com habilidade a emocionante trajetória das duas irmãs que, separadas não importa por quantas colheres de terra e mar, permanecem unidas pelo coração.


Dançando Com o Inimigo - Paul Glaser

Paul Glaser, nascido na Holanda do pós-guerra, descobre já adulto o passado judeu de sua família. Do silêncio do pai aos traumas da guerra, ele conhece a história de Rosie, uma tia que desde 1945 vivia na Suécia. Dançarina em uma pequena cidade na fronteira da Holanda com a Alemanha, Rosie testemunhou a ocupação nazista e os campos de concentração. Em 1936, ela perde o primeiro amor em um acidente aéreo. Casa-se com um instrutor de dança, mas acaba se apaixonando por outro homem. Quando os nazistas tomam seu país, é entregue por ambos às autoridades alemãs.

Com apenas 26 anos, Rosie é obrigada a passar por uma série de campos de concentração até chegar a Auschwitz. Mesmo sob condições absurdas, recusa-se a ser vítima do próprio destino. Enquanto prisioneira, ela trabalha como enfermeira, secretária e até canta e dança para os oficiais da SS.

Para conhecer o passado de sua tia, Paul teve acesso a diários, cartas, fotos, filmes e testemunhos de familiares, incluindo da própria Rosie. O resultado é a fantástica história de um personagem tão incrível que não poderia ser inventada, uma mulher capaz de unir a graciosidade de bailarina às garras de uma sobrevivente.


A arte de Mentir - Cícero Sandroni

Reunindo mais de cem crônicas publicadas ao longo de uma fértil carreira, o jornalista e escritor Cícero Sandroni apresenta em A arte de mentir “memórias de amigos que já partiram, uma ou outra alusão aos malfeitos da vida, sem vontade de ser a palmatória do mundo. Pequenos textos, talvez para serem lidos em uma noite de chuva”. Das guerras à economia, da cozinha à arte, passando por personagens como Clarice Lispector, Fernando Sabino, John Lennon, Dom Helder Câmara e Gabriel Garcia Marques, para citar alguns, nada escapa do crivo do cronista, esse sensível observador do mundo. Salpicados por referências curiosas, pelo bom humor e pela escrita leve e inteligente, os textos, como toda boa crônica, merecem ser (re)lidos com a calma de que a leitura do jornal nem sempre usufrui.


Cem Verões - Beatriz Williams

Memorial Day, 1938. Lily Dane, jovem da alta sociedade de Nova York, acaba de retornar à idílica comunidade costeira de Seaview, Rhode Island, na esperança de mais uma calma temporada de verão junto às tradições familiares e aos amigos que a apoiaram depois da sua desilusão amorosa.

Este cenário se transforma com a chegada dos Greenwalds em Seaview. O casal Budgie e Nick Greenwald são fantasmas indesejados no passado de Lily: sua ex-melhor amiga e seu antigo noivo se casaram recentemente – evento que causou furor e uma onda de fofocas na elite local, que passa ali os verões há várias gerações. Ao chegar para reformar a velha casa da família, Budgie se coloca mais uma vez no centro do cenário social da comunidade e, com seu extraordinário poder de sedução, ela busca reconquistar a amizade de Lily assim como um atraente conhecido da época de faculdade, o arremessador dos Yankees, Graham Pendleton.
Por outro lado, o elo que une Lily a Nick é forte demais para ser ignorado e traz à tona antigos sonhos, apesar dos segredos que eles guardam e dos complicados laços familiares.

Com uma fantástica viagem no tempo, Beatriz Williams envolve o leitor em uma história delicada sobre a grande fantasia romântica do amor que triunfa sobre o tempo e a sensatez.


Com Você (Fixed #02) - Laurelin Paige

No segundo livro da trilogia Fixed, iniciada com Por você, Laurelin Paige mostra a evolução do explosivo relacionamento entre Alayna Whiters e o bilionário Hudson Pierce numa trama que envolve sexo, desejo e superações. Em Com você, a jovem Alayna precisa novamente lidar com suas obsessões. Afinal, ela não se acha capaz e nem merecedora de dividir o mesmo teto com alguém como Hudson Pierce – um homem bilionário e sedutor disposto a realizar todos os seus sonhos, inclusive sexuais – e vive atormentada por dúvidas, culpa e desconfianças. Mesmo ligados por uma conexão física vital, a relação dos dois é posta à prova quando segredos do passado vêm à tona.

 

O Livro Bonito - Caulos

Autor da premiada coleção Pintando o Sete, que visita a vida e a obra de grandes nomes da pintura universal, e de uma série de livros sobre formas, o escritor e artista plástico Caulos mostra, com seu traço singelo e bem-humorado, o que faz um apanhado de páginas – desenhos e escritos que inspiram o infinito – ser O livro bonito. Lançamento da Rocco Pequenos Leitores, o título convida a turminha para (re)conhecer o quê de bonito na vida, mente e imaginação de cada um de nós, seja um casal de namorados, um vaso de flores, as asas de uma borboleta, o sorriso imaginário do gato da Alice ou mesmo a beleza escondida naquilo que os olhos não veem (mas o coração sente).


Os Segredos de Ali - Sara Shepard

Durante uma parte da infância, as irmãs Alison e Courtney foram melhores amigas: faziam tudo juntas e eram ligadas pelo forte laço que costuma existir entre gêmeos. Com o passar dos anos, entretanto, a relação das duas foi se tornando cada vez mais complicada. Alison atormentava, manipulava e pressionava Courtney de tal forma que ela acabou enviada a uma clínica para tratamento de doenças mentais. Com o objetivo de esquecer o passado, os Day-DiLaurentis alteraram o sobrenome e se mudaram para Rosewood, onde ninguém de fora da família saberia que eles tinham filhas gêmeas.

Durante um período de visita em casa, Courtney executa um plano de vingança: toma o lugar da gêmea, convencendo os pais de que é Alison e fazendo com que eles levem a verdadeira Ali de volta à clínica. Para que ninguém descubra seu segredo, a nova Ali lê o diário da irmã e decide encontrar outras melhores amigas. É aí que entram Aria, Hanna, Emily e Spencer, que ficam encantadas com a oportunidade de serem populares.

Entusiasmada com a chance de levar a vida normal com a qual sempre sonhou, Courtney constrói uma nova Ali, mas não desperdiça a chance de exercer seu poder sobre os outros, ainda que pague um preço bem caro por isso. Ela só não contava com o fato de seu pior pesadelo tornar-se realidade. Meses depois da internação, a irmã engana os médicos e consegue liberação para passar um período em casa. Embora os pais tentem manter a filha doente escondida de todos, a verdadeira Ali traça uma estratégia para garantir que Courtney nunca mais ocupe seu espaço, tanto na família quanto em Rosewood.


Véu da Morte (Os Segredos de Wintercraft #03) - Jenna Burtenshaw

Depois de Livro perdido e Guardiões sombrios, Véu da morte é o final grandioso e explosivo para a saga Os Segredos de Wintercraft. Em sua estreia literária, a inglesa Jenna Burtenshaw criou um universo magnífico, recheado de mistério, e apresentou aos leitores Kate Winters e Silas Dane, dois heróis relutantes que conquistaram a garotada com suas incríveis trajetórias. Na nova e última aventura da dupla, o véu que marca o limite entre vida e morte está se esfacelando, as almas perdidas estão nas ruas de Fume, a cidade cemitério, e repará-lo não será uma missão simples. A chave para o sucesso está no Wintercraft, um livro misterioso que promete aos dotados um novo nível de poder, e nas habilidades de Kate, último membro de uma linhagem poderosa dos dotados.


Batalhas nas Ruas (Gladiador #02) - Simon Scarrow

O escritor Simon Scarrow, que antes de se dedicar à literatura foi professor de História, retoma a aventura do jovem aprendiz de gladiador Marcus Cornelius Primus com o segundo volume da série Gladiador: Batalhas nas ruas. Na trama, o jovem, vendido como escravo quando tentava vingar a morte do pai e libertar a mãe, também escravizada, acaba sendo comprado por ninguém menos que o imperador Gaius Julius Caesar e tem que conciliar o treinamento de gladiador e as tarefas impostas por Caesar com o plano de salvar sua mãe. Enquanto compõe uma rica descrição do cenário de intrigas políticas e brutalidade da vida na Roma Antiga, o autor põe à prova tanto as habilidades físicas quanto a coragem, lealdade e inteligência de Marcus, numa estimulante e enriquecedora aventura para jovens.


As Últimas Cartas de Jacopo Ortis (Coleção Memórias do Futuro) - Ugo Foscolo

Carregado de tintas autobiográficas, As últimas cartas de Jacopo Ortis é tido como o primeiro romance epistolar da literatura italiana. Inspirado no clássico alemão Os sofrimentos do jovem Werther, de Goethe, o livro marca também a estreia, pelo selo Rocco Jovens Leitores, da coleção Memórias do Futuro, organizada pelo tradutor, poeta e acadêmico Marco Lucchesi, que reunirá clássicos inéditos ou pouco conhecidos no Brasil, mas que mantêm o frescor estético e a atualidade. No romance, o jovem Jacopo Ortis, desiludido com o naufrágio do sonho de uma Itália unificada sob Napoleão Bonaparte e com um amor impossível, viaja pelo país e, através de cartas escritas a um amigo, reflete sobre a natureza, a História e a vida que parece sempre lhe escapar.

2 comentários:

  1. Amei as capas de Uma Colher de Terra e Mar e Cem Verões! Já quero :)
    Beijo

    minhasecretapoesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, as duas capas são bonitas e no entanto "Cem Verões" foi o que mais me interessou. ^^

      Excluir