Resenhas

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

[NOVIDADES] CONHEÇA "77 PÁGINAS PARA MORRER", DE MARCELO ALMEIDA

A Editora nVersos está lançando este mês "77 Páginas Para Morrer", de Marcelo Almeida. O livro já está à venda em algumas livrarias online.


Confira a capa e a sinopse:

Uma pistola pendurada em um fio telefônico. Referências aos cartazes de clássicos filmes de suspense, como as fitas de Hitchcock. Essa é a capa do lançamento “77 páginas para morrer” (nVersos Editora, 2015) que chega às livrarias brasileiras em agosto.

O romance-enigma, escrito pelo paulistano Marcelo Almeida, convida o leitor a ser participante ativo da história e o coloca na narrativa de maneira interativa.

A Ratoeira, o mais novo escritório de investigação particular da cidade, tem um novo e intrigante caso: o assassinato de duas pessoas que, aparentemente, estão ligadas a uma frase reveladora de um livro conhecido por muitos, lido por poucos.

Durante a leitura, o Leitor segue cada passo da investigação como assistente do nada sagaz detetive J.K., formado por um curso a distância, e que tem uma cartomante enrolada e ávida por dinheiro como sócia e ‘captadora de clientes’. Como parte da narrativa, o leitor é a todo o momento levado a procurar referências na obra de Machado de Assis para conseguir fazer correlações entre a história que está sendo contada e a icônica relação de Bentinho e Capitú, do clássico “Dom Casmurro”.

“O objetivo é criar uma história com elementos retirados de um livro importante da nossa literatura, de forma que o leitor possa dialogar com ambos os textos. A leitura desse livro não é um fim, mas um meio onde, com o apoio de recursos interativos e de imagem e som, leva-se o leitor a estabelecer ligações e comparações com determinada obra clássica, estimulando-o de forma proposital a comparar ambas.”, explica o autor.

O livro é narrado em primeira pessoa e conversa com quem está lendo em diversos momentos. Durante a investigação, o leitor é apresentado a todos os personagens do livro pelo próprio protagonista da história como seu assistente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário