Resenhas

domingo, 31 de julho de 2016

[CINEMA] "ANTES QUE EU VÁ", ADAPTAÇÃO DO ROMANCE DE LAUREN OLIVER, GANHA DATA DE LANÇAMENTO

"Antes Que Eu Vá", filme baseado no romance de Lauren Oliver, ganhou data de lançamento. De acordo com o Deadline, o longa chegará aos cinemas no dia 07 de abril de 2017.

Zoey Deutch, que pode ser vista nos filmes baseados em "Dezesseis Luas" e "Academia de Vampiros", estrela essa nova adaptação.

O enredo gira em torno de Samantha Kingston (Deutch), uma colegial com uma vida perfeita que tem um trágico fim em uma sexta-feira, 12 de fevereiro. Porém, Samantha ganha uma nova chance e revive essa mesmo dia, a última de sua vida, repetidas vezes, até descobrir a importância das coisas que está deixando para trás.

O elenco inclui também Halston Sage ('Cidades de Papel'), Logan Miller ('Como Sobreviver a Um Ataque Zumbi '), Jennifer Beals ('The Night Shift'), Diego Boneta ('Scream Queens'), Nicolas Lea ('Arrow'), Elena Kampouris ('Casamento Grego 2'), Cynthy Wu ('Twisted') e Erica Tremblay ('Supernatural').

Ry Russo-Young ('Caminho Para o Coração') dirigiu o filme, a partir do roteiro escrito por Maria Maggenti ('Monte Carlo'). Brian Robbins (Série 'The Royals'), Matt Kaplan ('Renascida do Inferno') e Jon Shestack ('Minhas Adoráveis Ex-Namoradas') são os produtores.

"Antes Que Eu Vá" foi publicado no Brasil pela Editora Intrínseca.

Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta - desde a melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete "segundas chances", na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, ela desvenda o mistério que envolve sua morte - e, finalmente, descobre o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder.

Em Antes que eu vá, Lauren Oliver expõe as complexas relações que se formam dentro de uma escola, fugindo dos estereótipos habituais. Suas personagens, que inicialmente transparecem simplesmente egoísmo e superficialidade, são densas, guardam segredos e mágoas. Ao tentar mudar os acontecimentos do dia ao qual está presa, sua heroína se humaniza e, pela primeira vez, reflete sobre sua relação com as amigas, com a família, e sobre como seria o "último dia" que gostaria de viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário