Resenhas

quinta-feira, 12 de março de 2015

[RESENHAS] "GELO", DE KATHRYN JAMES

Nome: Gelo
Autora: Kathryn James
Série: Mist #02
Editora: Farol Literário
Onde comprar: Buscapé

Livro enviado como cortesia pela Farol Literário
A névoa esconde alguma coisa... bela como a luz das estrelas, feroz como um lobo, fria como o gelo. A floresta além da névoa é a casa dos Elfos e do belo e enigmático Evan. Nell se deixou seduzir por ele, mas o mundo dos Elfos está sendo devastado por terremotos, e somente Nell pode ajudar a salvá-lo. Para isso ela terá de ir muito além da floresta, onde um lago de gelo mortífero e um antigo inimigo a aguardam...


Resenhas | Série “Mist”


 


Alguns meses se passaram desde que Nell descobriu o que havia escondido na névoa, dentro do bosque em sua cidade. Quem entra no mundo dos elfos e permanece lá além de um dia e uma noite não pode voltar para o mundo humano, pois se o fizer, envelhecerá cem anos no momento em que retornar.

Na última vez em que se encontraram, Nell e Evan ajudaram um ao outro, provando que um humano e um elfo podem sim ser amigos. Agora, eles têm de repetir essa parceria mais uma vez para salvar o mundo elfo, que está morrendo junto com as gigantescas e mágicas Harpas que mantém o lugar vivo, e que estão parando de tocar.

O mundo de Evan está se esvaindo rapidamente, deixando ele e Nell sem muito tempo. Eles já não tinham de qualquer forma, devido ao fato de que Nell não pode permanecer lá por mais de um dia e uma noite.
“Uma noite e um dia: era todo o tempo de que dispunha. Ou talvez menos. Agora que as Harpas estavam deixando de tocar, como saber quanto tempo ela realmente teria?”
É assim, com nada além de coragem e vontade de salvar o mundo, que os jovens atravessam a floresta elfa até o lago congelado, de onde terão que caminhar quilômetros de distância enfrentando um frio intenso, em meio a áreas de gelo traiçoeiro e ao perigo escondido dentro da água, para chegar até a Harpa-Mãe e tentar reanimá-la. Como se não bastassem essas preocupações, Nell e Evan ainda tem que lidar com os elfos do gelo, a espécie do mal que não querem o mundo elfo salvo, já que eles têm seus próprios planos para quando isso acontecer.

Eu não achei que poderia me apaixonar ainda mais pelos protagonistas, mas eu estava completamente enganada. Nell e Evan continuam absolutamente adoráveis, seja sendo corajosos e enfrentando todo mundo, ou com medo e agindo como adolescentes - que é o que eles são, embora seja fácil esquecer.

Ao contrário do que eu tinha imaginado os pais de Nell não tiveram uma participação maior do que no primeiro livro, mas a irmã sim. Gwen não faz nada tão significativo, mas quando aparece está tão melhor e mais suportável, e eu consegui não odiá-la, ao contrário do que aconteceu no livro antecessor.

E, finalmente podemos conhecer os Elfos do Gelo, que são considerados traiçoeiros e maldosos. Outros elfos dessa espécie aparecem na história, mas vou destacar os irmãos Loki e Laki, que por algum motivo saem do seu tão amado Lago de Gelo para dar as caras no mundo humano e causar muita confusão.

Eu sou do tipo que sempre tem uma queda pelos vilões, então fiquei apaixonada por esses dois e principalmente por Loki. Uma pena que eles não tiveram tanto espaço. Adoraria ver os dois irmãos realmente importunando e dificultando um pouco mais as coisas para Nell e Evan.
“Nell sentiu o clima mudar, mas não havia nada que pudesse fazer. Loki vencera. A festa na colina se transformou em algo ancestral, ameaçador e perigoso. [...] Loki estava de lado, só assistindo, com aquele sorriso arrogante. Ela queria muito arrancar aquele sorriso da cara dele a tapa.”
“Névoa” foi um ótimo livro, por isso fiquei com medo de que a autora acabasse regredindo - algo já aconteceu com outras autoras/séries que eu gosto muito -, porém fui surpreendida mais uma vez. Eu realmente esperava não gostar mais de “Gelo” do que de “Névoa”, mas isso foi justamente o que aconteceu. A história desta vez tem um ar mais aventureiro, até porque Nell e Evan estão seguindo um caminho perigoso por livre e espontânea vontade. O romance deixa de ser tão sutil, mas ainda continua em segundo plano. 

A leitura foi rápida e muito gostosa. Eu costumo ler meus livros dentro do ônibus, no caminho para a faculdade, e com “Gelo” eu estava tão ávida por mais e mais partes da história que eu lia no ônibus, na cantina antes de entrar para aula, dentro da sala de aula – quando eu tinha chance - e no intervalo. Qualquer tempo livre já era uma brecha para continuar lendo.

A capa do livro é maravilhosa, toda trabalhada em tons de azul e branco, e que somado a paisagem  no fundo deixada tudo com um aspecto misterioso e que lembra o frio, o que combina com a história do livro. Quanto à revisão, não me lembro de nenhum erro. Mais uma vez um excelente trabalho da Farol Literário.

Ps. Há na história, a possibilidade dos elfos se revelarem para os humanos, algo que eu pensei que poderia ser o tema do terceiro livro da série. Saindo para pesquisar sobre isso, descobri que alguns consideram “Gelo” o último livro – fazendo de “Mist” uma duologia -, enquanto outros dizem ser uma trilogia. 

Confusa, resolvi procurar a pessoa que poderia me dar a mais segura das informações, a própria Kathryn James. Escrevi para a autora no Facebook perguntando se existe a possibilidade de ela escrever o terceiro livro e a resposta que recebi foi a seguinte:

“Infelizmente são os editores que decidem se há um terceiro livro, e eles não têm planos de me pedir para escrever um.”

Por hora a autora está se preparando para lançar seu novo livro, “Gypsy Girl”, que será publicado nos Estados Unidos em maio/2015.

Logo abaixo você pode ler um trecho da obra:


Nenhum comentário:

Postar um comentário