Resenhas

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

[PRIMEIRAS IMPRESSÕES] "DEZ COISAS QUE APRENDI SOBRE O AMOR", DE SARAH BUTLER

Nome: Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor
Autora: Sarah Butler
Editora: Novo Conceito
A história fala sobre duas pessoas completamente diferentes e, ao mesmo tempo, que complementam-se: Daniel, um mendigo que lista diariamente os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu; e Alice, que não se sente à vontade entre a família que a cerca e também tem a sua lista, de coisas que a tornam feliz ou triste. O que eles tem em comum, devem estar me perguntando? O amor, é claro, esse sentimento que se torna um dos personagens principais, presente em toda a história.




A Novo Conceito lança em breve “Dez Coisas que Aprendi Sobre o Amor”, livro de estreia da autora Sarah Butler. A editora liberou para seus parceiros um trecho da história para degustação e cá estou eu para lhes contar minhas primeiras impressões.

A trama segue dois personagens bem distintos, mas com mentes igualmente torturadas; Alice é uma jovem que, depois de uma longa viagem, retorna para a casa após saber que o pai está doente. Ela é a mais nova dentre três irmãs e sente-se como uma intrusa em sua própria família, convivendo com a culpa pela morte da mãe que faleceu em um acidente de carro.

Daniel é um homem vivido que mora nas ruas de Londres. Aos sessenta anos ele já começa a sentir os efeitos da idade, porém tem o desejo de ainda viver tempo o suficiente para conhecer sua filha, cujas informações se restringem apenas ao nome e uma vaga ideia da data de aniversário.

Alice gosta de viajar pelo mundo e especula-se que seja para manter-se longe de seus familiares. Daniel não fica parado em um só lugar, ele anda de um canto ao outro em Londres na esperança de encontrar sua filha. A ironia da vida: uma anda para fugir da família, enquanto o outro anda para encontrá-la.
“Preciso sair daqui. Você sempre precisa sair daqui, disse ele, por quê? Contei-lhe sobre Kal, mas isso não explicava as outras vezes.”
“Há pessoas na minha situação que ficam no mesmo lugar, que desenham uma linha invisível ao redor de si mesmas e não a ultrapassam, mas não sei onde você está, por isso continuo me movendo.”
Cada um deles também faz sua lista com dez coisas que remetem aos seus sentimentos em relação aos parentes e também as memórias da vida. Listas curtas e diretas, que mostram a sensibilidade dos personagens por trás dos pensamentos tortuosos e que possibilitam conhecê-los ainda mais.

O trecho liberado é bem curtinho, o suficiente para introduzir os personagens principais e deixar no leitor um gostinho de quero mais. Fiquei com a sensação de que essa é mais uma daquelas histórias intensas e emocionantes sobre descobertas, perdão e persistência. Drama faz sucesso por aqui e eu acredito que esse é um livro que vai cair nas graças dos leitores.

Além de nos enviar esse trecho, a Novo Conceito também nos fez um pedido. A editora propôs que fizéssemos uma lista com dez coisas que sabemos sobre o amor. Segue abaixo a minha lista e eu espero ver a sua, meu caro leitor, nos comentários.

1. O amor nos inspira a sermos pessoas melhores.
2. O amor acontece naturalmente e te pega desprevenido.
3. É amor quando um simples momento em família torna-se inesquecível.
4. O amor é simples...
5. ... Mas também pode ser complicado e nem sempre é perfeito.
6. Toda forma de amor é válida. O amor não escolhe raça, sexo ou gênero.
7. O amor traz felicidade, muda e liberta. Não é algo para deixar guardado.
8. Quando você ama alguém a felicidade dessa pessoa te deixa feliz, mas também o seu coração dói se ela estiver triste.
9. O amor supera barreiras.
10. O amor às vezes exige sacríficos.



Clique aqui e baixe um trecho do livro, disponibilizado no site da NC.

Um comentário:

  1. Oi Nati
    O título me chamou a atenção, e lendo essa pequena impressão sobre o livro, já fiquei com uma enorme vontade de ler, adoro dramas, e esse parece ser aquele que vai nos transmitir algo positivo e nos ensinar mais sobre o amor e a vida. Já estou colocando na minha listinha de desejados. E vou fazer a minha listinha:

    1- O amor sempre supera;
    2- O amor as vezes machuca, mesmo não querendo
    3- O amor te deixa leve e você vê tudo mais colorido
    4- Quando amamos alguém só desejamos que essa felicidade não acabe nunca, que dure para sempre;
    5- O amor é válido para todos, independente de sexo, de raça de religião, só o amor nos mantem unidos;
    6- O amor nos liberta do medo;
    7- O amor transforma
    8- O amor te guia nos momentos de escuridão
    9- O amor te ensina a ser uma pessoa melhor a cada dia
    10- O amor pode estar nas pequenas coisas e nos momentos mais simples, nas palavrar e gestos mais simples.

    ResponderExcluir